Renata Streit

O meu lugar de GARGALHAR

Oi gente! Estou com o desafio de escrever no blog Casa Menta da minha amiga, Renata, Rekiti, como gosto de chamá-la.
Amo me aventurar na arte de escrever, pois a escrita me conecta comigo mesma e clarifica aquelas coisinhas mágicas que muitas vezes queremos esconder.
Você já parou para pensar o que um blog de decoração tem relação com a escrita, amores e desamores? Não? Sim? De qualquer maneira, te convido a se aventurar comigo nesta relação.

A nossa casa pode revelar muito do que somos, do que queremos ser e do que buscamos. Imagine agora você construindo a casa dos seus sonhos, digamos que ela é “clean” (pode este termo para definir casa, Rekiti?), mas ao mesmo tempo ela possui nas suas dependências cores vibrantes, móveis diferentes, estilosos que remetem a sua personalidade. Mas sabe quando você caminha pelos cômodos e te invade aquele sentimento de que está faltando algo, que tudo isso não se conecta? Uma das respostas para isto é que podemos estar desencontrados com a gente mesmo, os móveis não remetem com a nossa identidade.

Gosto da palavra lar, mais do que de casa. Me transmite a ideia de tranquilidade, de meu, que me pertence e me faz sentido. Para decorar, pintar, rabiscar, escrever, rasgar, reformar, remodelar, precisamos nos inspirar. A inspiração externa só vem quando encontramos algo interno. Mas, convenhamos, o mundo externo é cruel. Nos deparamos com muitos estímulos, muitas opções para tudo. É batata frita com queijo, com molho especial e picles ou uma bomba doce recheada de paçoquinhas com cobertura de branquinho e nutella. Jesus, nem pensa na balança nesses momentos.

Não é simples compreendermos o que nos chama mais atenção, o que realmente queremos. Um mundo das cores, azul, rosa, amarelo e do azul nações unidas. Um mundo dos esmaltes preto, rubi, vermelho para “zeca me chamou para sair”, “preguinha”, “beijo roubado” e “deixa beijar”. Como decidir? Ah, simples, vai pelo teu humor do dia.

Um mundo que nos impõe a decidir, escolher, classificar, enumerar quando o que mais queremos é viver sem nos preocuparmos com isto.
Recentemente ouvi uma história que fez muito sentido para mim.
Um urso bobão e uma raposa muito esperta capturaram um coelho para se alimentar dele.
Então, o urso e a raposa levam o coelho para um local para mata-lo. Durante o caminho, o coelho começa a dar uma gargalhada muito gostosa.
O urso, espantando, com a reação do coelho que logo ia morrer, o questionou:
- Coelho, por que você está se rindo se você irá morrer?
O coelho soltou uma risada ainda mais forte e divertida: há-há-há-há
O urso estava intrigado com a situação e a raposa pediu para o urso ficar quieto e deixar de ser bobo que logo logo eles iriam comer uma comida muita gostosa, o coelho.
Mas a risada do coelho foi tanta que o urso insistiu para que o coelho lhe contasse o motivo desta alegria.
Então o coelho disse que poderia lhe mostrar também o lugar de gargalhar para o urso se divertir também.
O urso e a raposa, contrariada, seguiram o coelho para entender o local de gargalhar. Quando chegaram o coelho começou a rir imediatamente, pois no local tinha uma colmeia de abelhas que atacaram o urso e a raposa.
Moral da história: quando encontramos o nosso lugar de gargalhar, onde temos consciência do que sabemos fazer bem, nada nos impede.
Eaí você já encontrou o seu lugar de gargalhar?
Essa escolha vale a pena ser feita, mesmo que a vida nos coloque muitas opções!!!
Até a próxima gente.

Camila Lima

 

TAGS: gargalhar, felicidade.

Renata
Hey! Meu nome é Renata Streit e esse é o blog Casa Menta, um blog sobre arquitetura, design e décor, onde você vai encontrar tudo o que inspira meus projetos, minhas aulas e minha vida. Sou arquiteta, com amor correspondido por cores vibrantes, formas simples e muito verde. Meu desejo é que essa inspiração também seja um norte para você.

Pinterest

Instagram

    Newsletter:você não quer perder nossas últimas dicas, quer?

    Cadastrar

    Modificar o lar das pessoas exige um bocado de delicadeza e atenção. Faça com talento, mas acima de tudo, crie com o coração.

    Copyright © 2016 - Mantido por Renata Streit